Notícias

Audiência em Carapicuíba debate políticas públicas sobre desaparecimento

Terça-feira, 27 de Agosto de 2013
fonte:  Assessoria de Imprensa
Daniela Gaspari / AI Hamilton Pereira
Audiência em Carapicuíba debate políticas públicas sobre desaparecimento
Audiência em Carapicuíba debate políticas públicas sobre desaparecimento
Ampliar
Audiência em Carapicuíba debate políticas públicas sobre desaparecimento
Audiência em Carapicuíba debate políticas públicas sobre desaparecimento

"Abracem essa causa para não terem que abraçar essa dor", assim iniciou a fala de Sandra Moreno, mãe de Ana Paula, desaparecida desde 2009, e incentivadora da audiência realizada na última sexta-feira, dia 23, em Carapicuíba, que debateu políticas públicas para ajudar na busca de desaparecidos. O evento foi proposto pelo vereador Nenê Crepaldi (PMDB).

Com a mesa coberta com uma toalha de retalhos contendo mais de 100 nomes de pessoas desaparecidas, a autora do Projeto de Lei de iniciativa popular sobre o tema (http://www.abaixoassinadobrasil.com.br/site/assine/), falou do descaso com que familiares sofrem quando vão prestar queixa sobre o desaparecimento de um parente. "Os policiais não sabem lidar como esses casos e ainda temos que ouvir que desaparecimento não é crime e por isso não se investiga", explicou.

A presidente da ONG Mães da Sé, Ivanise Esperidião da Silva, também criticou negligência e omissão com que o Estado tem tratado o desaparecimento. "Hoje completa 17 anos e 8 meses que minha filha desapareceu, desde então eu perdi minha identidade, minha família e minha saúde, vivemos em um luto inacabado", emocionou-se.

Política estadual

Na audiência, o deputado estadual Hamilton Pereira (PT) falou sobre o Projeto de Lei nº 463/11, de sua autoria, que propunha uma Política Estadual de Busca a Pessoas Desaparecidas. Aprovado por unanimidade na Assembleia Legislativa de São Paulo, a proposta foi vetada no final do ano pelo Governador Geraldo Alckmin. O veto ainda pode ser derrubado no Legislativo Paulista.

Sensibilizado com a causa, parlamentar lembrou que durante a tramitação do projeto, teve a oportunidade de conversar como delegado do DHPP (Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa), que trata dos casos de desaparecimento no Estado. "Falei para ele que não é difícil fazer o exercício de se colocar no lugar desses familiares. E se fossem meus filhos ou netos? Eu iria viver para encontrá-los", observou.

"Sabemos de que essa questão deve ser trabalhada de maneira integrada em todo o País, porém, o estado de São Paulo é onde mais desaparecem pessoas e deve ser um importante exemplo para os outros estados da nossa Federação", afirmou Hamilton Pereira. "Nós temos que nos unir para enfrentar isso que é uma grande chaga social do nosso País e do nosso estado", completou.

Prática exitosa

A psicóloga e especialista em políticas públicas para infância e juventude, Vânia Brito Caires, integrante do Programa Reencontro, da Fundação Criança de São Bernardo do Campo, afirma que a política a ser implementada nos municípios é basicamente simples, mas que se torna complexa, pois se deve trabalhar primeiramente com sensibilização dos funcionários que estão na ponta.

"A partir da identificação do desaparecimento de pessoas, trabalhamos com a rede e fluxo de atendimento, que tem como carro chefe o registro", explicou. "Procura-se então o conselho tutelar que tem a obrigação de fazer o estudo e encaminhar o caso para a rede de serviço e acionar os outros parceiros para atuarem em coletivo", completou. O programa Reencontro atua na busca, identificação e localização de crianças e adolescentes desaparecidos e possui 99% dos casos solucionados no município devido à integração dos trabalhos sociais com as polícias.

Também participaram da audiência o Delegado da Polícia Civil Especializada em desaparecidos de Santa Catarina, Wanderley Redondo, o Secretário de Segurança de Carapicuíba, Carlos Serafim, as psicólogas Eliana Levy e Anelise Buzzi Serpi e o delegado da 2ª DP de Carapicuíba, Sergio Augusto de Magalhães.

Comentários

Voltar
Parceiros
PT Nacional
PT Estadual
PT Regional
Iara Bernardi
Carlos Leite
Izídio
Francisco França